Cipionato de testosterona: Conheça seus efeitos, ciclo e todas as informações necessárias!

O Cipionato de testosterona é muito comercializado como Deposteron, vendido apenas nas farmácias com prescrição médica. É um medicamento que pode trazer muitos benefícios para o organismo, mas se for usado de modo errado pode trazer grandes prejuízos à saúde.

Efeitos do cipionato de testosterona

Cipionato de testosterona é uma versão sintética que serve como substituto para a testosterona. Esse tipo de hormônio tem a capacidade de introduzir uma grande quantidade de testosterona no corpo de um indivíduo.

O Cipionato de testosterona foi elaborado para o tratamento de algumas doenças como o hipogonadismo, que é um defeito nos órgãos que produzem os gametas (células sexuais), ou seja, nos ovários e testículos, impedindo que o sistema de reprodução trabalhe de forma normal.

Este medicamento possui efeito esteroide anabolizante andrógeno e é comercializado como Deposteron, além disso, seu uso pode causar alguns efeitos. O mais conhecido é que ele pode ajudar no ganho de músculos e força.

Este anabolizante também aumenta a quantidade de IGF-1 no tecido muscular, possibilitando o ganho de massa muscular.

Cipionato de testosterona ajuda a recuperar os músculos danificados, além de auxiliar no emagrecimento. Ele aumenta a fabricação de glóbulos vermelhos, melhorando a resistência e a recuperação depois dos exercícios físicos. Da mesma forma, ele estimula a síntese de glicogênio dando mais energia para realizar grandes treinamentos. E ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares.

cipionato de testosterona deposteron

Ciclo

Todo medicamento com efeito anabolizante deve ser utilizado em ciclos, e com o cipionato de testosterona não é diferente. A porção indicada é uma quantia bem equilibrada que pode chegar até 500 mg semanalmente, no decorrer de um período limite de dez semanas.

A utilização de cipionato de testosterona geralmente é feita na forma injetável. É preciso que seja administrado 2 vezes na semana, e pode ser feito em associação com outro produto anabólico que tenham esteroides.

É imprescindível ficar atento ao ciclo, uma vez que se o uso tiver interrupções no decorrer do ciclo, todo o ganho de massa muscular por meio desse medicamento será eliminado por meio da perda de líquido.

Como usar?

Para usar o Cipionato de testosterona, a injeção deve ser aplicada nos músculos, ou seja, intramuscular. Essa substância nunca deve ser aplicada na veia.

É muito importante que antes de começar usar este medicamento, a pessoa passe por uma avaliação médica, pois dessa forma, ela será orientada sobre o melhor modo de aplicação. A aplicação também pode ser realizada pelo médico ou seus ajudantes.

Outro motivo pelo qual a pessoa precisa ter um acompanhamento médico no período de uso desse medicamento, é que ele pode causar alguns efeitos colaterais indesejáveis.

Dá pra comprar Cipionato de testosterona em farmácia?

O Cipionato de testosterona é vendido somente em algumas farmácias físicas de todo o país. Por determinação da ANVISA, o produto não pode ser comercializado de forma online.

A utilização de produto anabolizante para efeito estético não é permitido no Brasil, justamente por causa dos riscos que esse produto oferece se for administrado de modo incorreto.

Os preços nas farmácias variam e ficam entre R$ 36,00 a R$ 43,00.

Cipionato de testosterona

É aprovado pela ANVISA?

Sim, é aprovado pela ANVISA. Mas por causa do mercado negro que vende anabolizantes de todos os tipos de modo indiscriminado, o órgão autoriza as farmácias a venderem o Cipionato de testosterona apenas com a receita médica de duas vias.

Na receita deve conter a quantia que a pessoa precisa levar, além de uma via ficar no estabelecimento.

A ANVISA alerta que o uso de qualquer medicamento com efeito anabolizante sem acompanhamento médico é extremamente perigoso, podendo causar a morte.

Tem efeitos colaterais?

Todo medicamento pode causar efeitos colaterais. Como Cipionato de testosterona os efeitos colaterais podem ser queda de cabelo, enjoo, vômito, insônia, cefaleia, aumento ou redução do apetite sexual, aumento da pressão arterial, alterações na pele, espinhas e retenção de líquido.

No entanto, o uso desse medicamento pode provocar efeitos colaterais mais graves, como por exemplo, a ginecomastia, que é o crescimento das glândulas mamárias.

Outros efeitos colaterais são:

  • Atrofia dos testículos;
  • Câncer de próstata;
  • Taquicardia;
  • Aumento do risco de infarto;
  • Depressão;
  • Dores na região do abdômen;
  • Dificuldade para urinar;
  • Alterações de humor;
  • Ereções demoradas, constantes e doídas.

É importante salientar que este medicamento é usado para tratar problemas hormonais. Por este motivo, seu uso com finalidade para ganhar massa muscular deve ser feito de modo correto e com acompanhamento médico.

 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *