Finasterida: O que é? Para que serve? Veja todas as informações AQUI!

Imagina que exista uma pílula que fará você manter todos os seus cabelos que você tem hoje mesmo com o passar dos anos? Você tomaria? Com finasterida isso não é apenas uma possibilidade, mas uma realidade.

Quer saber mais sobre o assunto? Então não deixe de ler esse post, está cheio de informações! Vamos lá?

Onde posso comprar esse medicamento?

Se você deseja acabar com seus problemas de queda de cabelo, e potencializar o crescimento dos mesmos de forma mais rápida. Através da EuroClinix, você compra o seu produto de forma fácil, prática e por preços que cabem no seu bolso.

Se você não sabe a EuroClinix é uma farmácia online, séria, que faz muito sucesso entre as pessoas que buscam serviços e produtos de qualidade.

botão euroclinix

Quanto custa a finasterida?

O preço médio é de R$200,00 reais uma caixa com cerca de 30 comprimidos com 1mg de finasterida.

Para que serve a Finasterida?

A gigante farmacêutica Merck, em 1992, desenvolveu um composto sintético chamado finasterida e criou um medicamento chamado Proscar com um conteúdo de 5 mg de finasterida para tratar a hiperplasia prostática benigna (HBP) ou amplamente conhecida como próstata alargada.

A Merck descobriu mais tarde um extraordinário efeito colateral do tratamento com o Proscar, onde alguns dos pacientes com condição de queda do cabelo relataram crescimento de cabelo depois de tomar o medicamento.

Através de inúmeras pesquisas e ensaios clínicos, eles descobriram, diminuindo a dosagem de finasterida para 1mg,  que poderia ser usado para alopecia androgenética correta ou calvície de padrão masculino, uma condição hereditária que afeta cerca de 50% da população masculina com idade igual ou superior a 50 anos. finasterida

Quem pode usar esse medicamento? Tem contraindicações?

O medicamento descoberto só pode ser usado em homens, não é indicado para uso em mulheres e crianças.

Estudos clínicos ao longo dos anos aplicados em homens, entre 18 e 41 anos, com perda de cabelo de padrão leve a moderado, confirmaram a eficácia de finasterida.

Com um ano de uso, 86% dos homens relataram efeitos positivo sobre o crescimento do cabelo.

No caso das mulheres, o maior problema são os efeitos que o comprimido pode causar durante a gestação, como a má formação do feto, algumas bulas alertam o perigo de até o manuseio do remédio por mulheres grávidas, isso porque o pó do remédio pode penetrar na pele e trazer consequências.

Por isso, a finasterida não deve ser usada de forma alguma por mulheres durante o período fértil da vida.  

 Quais são os efeitos Colaterais da Finasterida?

No Brasil, algumas bulas da finasterida alertam sobre a possibilidade de alguns efeitos colaterais decorrentes do uso do remédio, entre os efeitos estão:

  • A disfunção erétil;
  • Diminuição da libido;
  • Diminuição do volume da ejaculação;
  • Edema labial;
  • Erupções cutâneas;
  • Aumento do volume e da sensibilidade das mamas.

Algumas bulas relatam que esses efeitos são tidos como raros, os efeitos foram relatados por apenas 3% dos usuários, e foram diagnosticados em grau leve.  Com a interrupção do tratamento os efeitos sumiram, em alguns casos, os efeitos também sumiram mesmo com a continuação do tratamento com o passar do tempo. finasterida

Esse medicamento causa impotência?

Nos Estados Unidos, em 2011, a FDA incluiu nas bulas a advertência sobre possíveis problemas de disfunção erétil que continuo por meses mesmo após o interrompimento do tratamento com finasterida.

As bulas foram atualizadas em 2012, trazendo novas ocorrências sobre o tratamento, dessa vez, com a diminuição da libido, problemas relacionados ao orgasmo e ejaculação.

Na atualização de 2012, também foram incluídos problemas de baixa qualidade do sêmen e problemas de infertilidade nos homens,mas que foram resolvidos com o corte do tratamento.finasterida

Muitos cientistas se preocuparam com o assunto após tantos relatos de efeitos colaterais com o uso da finasterida,a principal preocupação era se os efeitos poderiam ser irreversíveis mesmo com a interrupção do uso.

O motivo dessa preocupação era que alguns pacientes não apresentavam bons resultados mesmo com o tratamento de reposição hormonal voltados para corrigir esses efeitos da finasterida.

O termo “Síndrome Pós finasterida” foi criado para diagnosticar esses casos, outros sintomas estão ligados como dor nos testículos, perda de sensibilidade nas genitálias, ansiedade e depressão.

 Como usar a finasterida com menos riscos?

A melhor forma de usar a finasterida e aproveitar os seus benefícios sem trazer riscos à saúde seria aplicando apenas nos folículos capilares. As fórmulas em forma de creme, gel e loção seriam as melhores alternativas para conseguir esse efeito,porém, ainda não existe uma dessas fórmulas testadas e comprovadas.

O grande problema é criar uma opção que penetre nos folículos capilares, mas não chegue em níveis mais profundos, atingindo a corrente sanguínea, pois isso poderá trazer os mesmos malefícios citados.  Várias experiências estão sendo testadas no mundo inteiro.  finasterida

E ai gostou das informações? Conta para gente nos comentários!

0 Compart.
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *