Sugar daddy e sugar baby: Entenda como funciona essa relação que vem ganhando adeptos no século XXI

Se você vive no mundo da internet e das redes sociais, provavelmente já ouviu falar de sugar daddy e sugar baby. Apesar de não entender muito bem o significado desses termos em inglês, já dá para ter uma ideia do que isso significa, não é mesmo?

Nos tópicos a seguir você vai entender o que é a relação sugar daddy e sugar baby, como isso foi inventado, como funciona e demais curiosidades sobre esse estilo de relacionamento específico do século XXI. Confira!

O que são sugar daddy e sugar baby?

O sugar daddy é uma palavra que traduzindo da forma literal para o português significa papai doce, ou papai de açúcar. Na verdade, esse termo significa um homem mais velho, maduro, rico, sofisticado, elegante, bem-sucedido, cavalheiro, enfim, todo esse esteriótipo de George Clonney ou de Rodrigo Lombardi.

Já o sugar baby significa de forma literal um bebê de açúcar e claro que não tem nada a ver com crianças, nenéns ou adolescentes. Na verdade, a sugar baby é uma garota, jovem, com mais de 18 anos, que seja bonita, magra, tenha um corpo dentro dos padrões culturais, seios e bundas grandes, enfim, todo aquele esteriótipo de “novinha”, como é a Bruna Marquezine ou a Giovanna Lancellotti.

A diferença é que nesses termos o sugar daddy se relaciona com a sugar baby, o que não ocorre com todos os famosos que já foram citados como exemplos nesse texto. E, normalmente, essa relação envolve também dinheiro. O sugar daddy paga mimos, viagens, roupas, acessórios e o que mais que a sugar baby pede. E tudo é feito no mais específico consentimento, ambos sabem dos seus objetivos e interesses dentro da relação.

Significados

O significado é aquele que já foi dito no tópico anterior. De forma literal, da língua inglesa, o sugar daddy é o papai de açúcar e a sugar baby é a bebê de açúcar. Os nomes são esses porque comumente os daddies são homens muito mais velhos, mas pode haver um homem sugar que é mais novo, contanto que ele tenha condição de bancar seu babie. E existe uma relação de trocas entre essas pessoas. Não necessariamente precisa haver sexo. Muitos homens mais velhos que participam de programas sugar querem apenas uma cúmplice, uma parceira, mas sim… Pode haver situações que os daddies querem uma moça mais nova para inovar no sexo ou dar um up no relacionamento dele (quando a esposa concorda).

Tudo depende dos objetivos dos participantes e do acordo a que eles chegam. No sugar world nada é forçado.

Como funciona uma relação sugar?

A formação do casal sugar daddy e sugar babie pode ocorrer de diversas formas, a mais comum é pela internet, inclusive com aplicativos próprios para isso, como ocorre com o famoso Meu Patrocínio.

Nele, só podem entrar pessoas com perfil de sugar daddy e de sugar baby. Ambos marcam um encontro, como se fosse um Tinder e começam a se relacionar. Em troca da companhia da jovem, o homem maduro paga por tudo que ela pede e quer e também por coisas que não pede, mas ele acha bom presentear.

É uma relação que mistura o interesse por uma vida confortável, economicamente feliz e com uma pessoa confiável e madura de um lado, enquanto o outro busca mais pelo companheirismo, carinho, atenção e às vezes sexo, claro.

Como ter uma baby e como tratá-la?

A primeira coisa para se ter uma babie é você fazer parte do seleto perfil de um daddy. Não basta ser mais velho, o daddy é charmoso, bonito, elegante, rico, sofisticado, maduro, cavalheiro, enfim, mire-se na imagem do George Clooney. Se você acha que tem tudo isso, você pode ser um.

Depois disso, você precisa buscar a sua baby. A forma mais fácil é entrando em um aplicativo que promova esses encontros, mas também pode tentar de outras formas.

Assim que você encontra a sua babie e vocês começam a sair, já deve iniciar os encontros oferecendo presentes, como joias, roupas, sapatos e outras coisas que ela mesma e o aplicativo vão informar que gosta.

A partir daí, os encontros vão acontecer e você vai aumentar o valor e diferenciar os tipos de presentes, como viagens a dois, aparelhos eletrônicos, automóveis e o que mais você quiser presentear a sua baby.

sugar daddy e sugar baby

Ser sugar baby é prostituição?

Muita gente confunde a relação de sugar daddy e sugar baby com prostituição, mas é bem diferente. Na prostituição uma pessoa paga com dinheiro a outra por sexo. Em alguns momentos é até para sair, ir a um jantar ou evento, mas o pagamento é feito em dinheiro para que a prostituta fique com ele até determinado horário.

Já a relação do sugar daddy com a sugar baby é duradoura. Ela não é dividida em horas, ou em sexo, ou em uma saída. Ela dura, os presentes são a todo e qualquer momento, os encontros são sempre que eles marcarem.

Além disso, ser baby não é uma profissão. As mulheres desses tipo de relação trabalham. São modelos, atrizes, professoras, enfim, qualquer profissão e vivem disso muito bem. Elas não buscam um caso rápido, mas alguém que dê para elas por muito tempo um estilo de vida que elas sempre sonharam em ter.

Na prostituição, a mulher te trata como um cliente, já na relação sugar, ela te trata como um homem de verdade, que ela tem tesão, que ela gosta de estar ali, que ela achou bonito e interessante.

Sites / apps de Sugar daddies e Sugar Babies

O aplicativo mais famoso de relacionamento sugar daddy e sugar baby é o Meu Patrocínio, porém existem outros no estilo. Existe o Quer Me Bancar, o My Sugar, o Meu Milionário, o Pulsee e outros. A maioria deles é gratuito e na verdade quem paga para participar são os daddies. Assim, eles tem acesso à lista de todas as meninas que participam e podem escolher quem conhecer primeiro de acordo com seus gostos.

Se tiver gostado deste texto sobre sugar daddy e sugar baby, compartilhe-o nas suas redes sociais!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *