Hidrocele: Saiba tudo sobre doença que provoca aumento do testículo!

hidrocele

Uma das doenças que podem atacar o sistema reprodutivo masculino é a chamado hidrocele. Ela é uma enfermidade perigosa, que precisa ser tratada com rapidez para evitar consequências mais graves.

Neste texto, você vai ter a oportunidade de conhecer toda a verdade a respeito da hidrocele, as suas causas, tratamentos e o que de fato significa essa doença para a vida do homem. Veja nos próximos tópicos todas as informações necessárias!

O que é?

A hidrocele é um cisto que se forma no entorno do testículo e causa um inchaço no saco escrotal, sendo esse o primeiro sintoma visto por quem adquire a enfermidade.

Ela pode ocorrer em um ou nos dois testículos e o cisto é composto por um líquido, por isso o prefixo hidro que vem de água. É uma doença facilmente tratável e que precisa ser descoberta o quanto antes para que a cura seja eficaz.

hidroceleQuais são as causas?

A enfermidade pode ocorrer em bebês, inclusive recém-nascidos, como também em adultos em idosos. A doença é normalmente congênita, ou seja, passa dos pais para os filhos. Pode ser também adquirida e ataca principalmente os bebês nascidos prematuramente.

Isso porque a principal causa ocorre no feto, no momento de desenvolvimento para se tornar um ser humano completo. O testículo é criado na região abdominal, ao descer até o saco escrotal, ele pode levar um líquido presente no abdômen. É esse líquido que é a causa da hidrocele em bebês recém-nascidos.

Além dos pequenos, a doença também é comum em adultos com mais de 45 anos. O líquido que envolve os testículos do homem passa por um problema de formação e absorção com a chegada da velhice. Por isso, é possível que esse líquido se armazene, forme o cisto e, consequentemente, a hidrocele.

Normalmente, em homens mais velhos, a hidrocele só ocorre por conta de lesões, inflamações e outros traumas na região do testículo.

Hidrocele infantil

O mais comum é que a hidrocele ocorre com bebês recém-nascidos, principalmente se tiverem sido prematuros. Isso porque o desenvolvimento ideal não é realizado e, com isso, o líquido trazido do abdômen para o saco escrotal pode causar a enfermidade.

A hidrocele pode se curar sozinha, após um ano do aparecimento dela. Porém, ao desconfiar do problema, vá imediatamente ao médico com seu filho para ele indicar o melhor tratamento. Quantos antes a criança for tratada, melhores são as chances dela ser curada sem nenhum problema futuro.

hidroceleComo é a cirurgia?

Uma das formas de tratamento da hidrocele é a cirurgia. Isso ocorre com os bebês, caso ela não desapareça após um ano. Já nos adultos, a cirurgia só é indicada se ela for muito grande e gerar incômodos reais ao paciente, como dor e a desfiguração do testículo. Normalmente, ela desaparece em seis meses, mas pode ser que isso não ocorra.

A cirurgia é simples, mas tem todos os riscos comuns a esse tipo de procedimento. O melhor é sempre evitar e o médico vai decidir se ela vai ser necessária ou não.

Hidrocele comunicante

Esse é o nome dado a uma das fases da enfermidade no corpo do homem ou do bebê. Quando o canal ainda está aberto e há fluxo de líquido dentro do testículo, a hidrocele é chamada de comunicante.

Nessa etapa, é comum que o inchaço fique maior quando o pênis estiver ereto. Em posição de repouso, o inchaço diminui.

Hidrocelectomia

Esse nome complexo é o dado à cirurgia que retira a quantidade de líquidos em excesso presente no testículo de um homem. Ela só é indicada em casos que seja comprava que não há cura natural do problema, ou quando o adulto sentir dores e desconfortos com a hidrocele.

A hidrocele é uma enfermidade pouco comum e facilmente curável. A necessidade de cirurgia é muito rara, até mesmo em adultos. Por isso, se tiver o sintoma principal que é o inchaço do saco escrotal, procure um médico que ele vai fazer a avaliação correta, acompanhar a evolução do caso e, se for necessário, fazer a cirurgia.

Se o problema for com o seu bebê, procure o pediatra que ele vai te indicar todos os passos que precisam ser feitos para o tratamento dar certo.

Caso ainda tenha restado alguma dúvida a respeito da hidrocele, deixe o seu comentário aqui embaixo!

Compart. 0
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *